Aviso importante!

Blog em reforma!

96 das 230 postagens já foram revisadas e já estão disponíveis na linha do blog.
As revisões continuarão!
Por enquanto, as demais postagens seguem alteradas para rascunho e serão publicadas assim que forem sendo revisadas.


Última atualização: 1° Agosto de 2018 - 21h59


Veja algumas fotos da minha atuação na peça Canto Para Woyzeck



quinta-feira, junho 06, 2019

Sobre meu primeiro semestre na FPAC - Grupo Exosfera

Evelin Giovanelli, Gabriel Lupiani, Giovanna Castino, Eu (Gabryel Costa), Jackelyne Santos, Fabíola Bispo, Gabriel Machado.


   Um semestre inteiro de Grupo Exosfera, formado por integrantes com personalidades que, incrivelmente, se encaixaram e constituíram um resultado de reconhecimento.
   Liderar essa equipe foi um ensinamento que me iniciou num novo ciclo de reencontro para uma paixão adormecida, se reacendendo pela força de um trabalho coletivo. O diferencial dessa integração é que não tentávamos ser nada para ninguém, antes estávamos a ser para nós mesmos, a nos orgulhar de nosso esforço e encontrar no cansaço o orgulho, porque se nos cansamos, é porque produzimos.
   Nosso foco principal, além de aprender, sempre foi a diversão, e quando apareciam prazos, o relógio nunca foi um obstáculo.
   Uns, mais do que outros, dormiram tarde da noite para acordar cedo de manhã. Outros dormiram bastante, mas quando acordados, o cérebro trabalhou junto com o coração. Em cada diferença de modo de trabalho, um choque de sorrisos. Em cada semelhança, um aperto de mão e um nobre improviso.
   Uma detinha o poder das palavras na escrita, a outra era dona das palavras na fala. Enquanto um era perito em dados, pesquisas e estudos, o outro fazia tudo de olhos fechados, brincando na corda bamba, sem nunca cair dela. A mais falante era também a mais madura para sua idade, enquanto a madura em personalidade era a rainha em dizer pouco, mas dizer com importância. E sobre aquele que ainda não mencionei, esse foi o que enxergou, em cada um deles, o que tinham de melhor, e trabalhou para que, um a um, se enxergassem e reafirmassem do que eram capazes.
   E é disso que é feito um grupo, de aceitar e entender uns aos outros. De não cobrar por conta do relógio, mas de cobrar por conta de si mesmo. De não fazer porque tem que cumprir, mas de realizar porque é hora de aprender, colocar a mão na massa e dizer “eu consegui”.
   Nada menos que o arraso!
   Como sempre dissemos: O Exosfera é de dar um passo de cada vez, mas quando dado, que seja grande e produtivo.

Postagem: @Instaelcosta

quarta-feira, março 20, 2019

Whatsapp Vermelho - Um adeus, "todos os que chegam e partem"



"Siga meu conselho também: as pessoas não vão ser sempre da forma que queremos que sejam. Precisamos nos moldar um pouco a entendê-las. E se quando as entendermos, enxergarmos que não há como entrar nos moldes delas, e nem elas nos nossos, então saberemos que ali pode se estar pedindo um ponto final." 11:32

"Eu queria me moldar a você, cuidar de você, deixar que você tomasse conta de mim, mas há intolerâncias entre nós. Eu, por exemplo, não tolero conversas de meias (poucas) palavras e você não tolera perguntas/desculpas - a priori, tudo você entende como desculpa" 11:35

"Nós não temos o encaixe correto um com o outro e não somos capazes de nos moldar a tê-los" 11:36

"Talvez possamos ser bons amigos ou nunca mais nos falarmos daqui pra frente" 11:36

"Foi bom até aqui! E foi bom terminar antes de realmente começar. Se fosse mais pra frente, talvez doesse, mas o bom de ter acontecido agora é que a gente só vai sentir algumas ou nenhuma fagulha" 11:37

"Um grande beijo a você e sinta meu abraço." 11:37

"Quem sabe algum dia aconteça de nos esbarrarmos por ai e darmos boas risadas de tudo isso, ou talvez apenas nos cumprimentemos cordialmente ou, menos provável, nos ignoremos..." 11:38

"Há bilhões de pessoas por ai, e pode ser que nunca, nem por acaso, nos encontremos. E tudo bem. Carregaremos um pouquinho da vida que tivemos em nós como acontece com todos os que chegam e partem." 11:39

"Bom dia!" 11:39

terça-feira, fevereiro 05, 2019

Esse algo é o extremismo



Não sou machista, nem feminista.
Não sou Juiz. Não sou vitima.
Percebendo meus preconceitos, eu luto todos os dias para quebrá-los.
Busco o respeito e respeitar.
Já o extremismo foge do respeito. É uma venda nos olhos que cega as próprias atitudes.
Tenho medo do extremismo.
Tenho raiva.
Se tem algo que não vou conseguir respeitar na vida, esse algo é o extremismo.



(postagem no facebook) • (postagem no Twitter)

quarta-feira, março 16, 2016

#EuJuroQueEuTenho - Revival

Mal posso esperar para começar a ler essa obra que fascinou tantos leitores. Pelo que ouvi dizer e li por ai, talvez a leitura emperre em algumas partes, mas o que eu quero mesmo é não parar de ler até chegar no final fascinante que é tão falado por todos.

E assim cumpre-se mais um desejo da coluna #EuJuroQueEuQuero

"A ideia para este livro está na minha cabeça desde que eu era criança. Frankestein, de Mary Shelley, foi uma grande inspiração para mim. Eu queria criar uma história o mais humana possível, porque a melhor maneira de assustar o leitor é fazê-lo gostar dos personagens." - Stephen King em entrevista para a revista Rolling Stone



sexta-feira, março 11, 2016

#EuJuroQueEuQuero 8 - Revival, de Stephen King


Stephen King ainda continua sendo o autor que mais me fascina.


Sempre que estou numa livraria, a primeira sessão que procuro é a que estão os livros do rei e foi em uma dessas vezes que eu acabei me deparando com REVIVAL.

Como não querer ler um livro em que o próprio autor comentou que foi um dos livros mais assustadores que já escreveu? Sem contar que, em todas as resenhas que eu li sobre o livro, vi que Revival promete aos seus leitores um final deslumbrante e cheio de impacto.

"Disseram-me que o inferno é um paraíso perto do que Revival sugere"