Está voltando!

Aguarde novo conteúdo.
Vem Abril!!!

quinta-feira, dezembro 12, 2013

Dezembro, sentimental - "Fodidos" por Caio Caique Campos

Fodidos

  Minha vida com ela não tem tanto tempo assim quanto parece, só nos conhecemos tem três anos mas que parecem ser mais de mil.
  Sempre brigamos, ela tem defeitos que me é impossível aceitar, quanto a mim, ela não me tolera. Acho que ela tem inveja de mim, mas não posso afirmar que eu não tenha inveja dela. Não é que eu queira ser como ela, nunca quis ser como ninguém, principalmente como ela, como disse Severo Snape sobre Potter á Sirus Black, digo para você sobre ela: "é tão arrogante que criticas simplesmente resvalam nele" (ou seja, nela).
  Nunca conheci garota mais arrogante, egocêntrica, egoísta, boca-suja e "coitadinha" como ela. Sempre se gaba, dizendo que consegue fazer as coisas. Pra ela, ninguém é melhor no que ela faz. Fazemos curso de teclado e violão juntos, a metida sempre mostra mais do que o professor pediu, os acordes que ela escolhe sempre são os mais complicados, e adora confirmar que sabe dedilhado, o professor a elogia, mas eu sei que ele acha ela um porre, eu fingo que fico chocado, a elogio também e até bato palmas, mas no fundo eu estou pensando no quanto ela é insuportável. Nas aulas de violão, mesmo que ela esteja somente há quatro meses enquanto eu já estou há quase dois anos, ela sempre quer apresentar trabalho, e sempre fala para o Laco - o professor de Violão - garantir pra ela uma posição especial no recital do estúdio.
 Pior que tudo isso é que ela me critica em tudo, reclama da minha roupa, diz que o tênis que estou usando não combina comigo, que meu cabelo sempre está mal penteado, que eu erro muito quando toco piano, teclado ou outro instrumento de corda, - que eu sou desafinado - mas diz que eu sou perfeccionista demais, muito chato em organização e que minha bunda é muito grande se comparado ao meu corpo raquítico.
  Que bom que eu só a vejo no estúdio, ou seja, nas noites da semana. Ninguém a suportaria mais que isso.
  Ela é sincera, é boa no que faz, mas precisa descer do pedestal, precisar ser mais humilde, precisa tirar a coroa que ela pensa ter. Não suporto todo esse jeito dela.
  Discutimos feio um tempo desses, ficamos quase duas semanas sem nos comunicarmos um com o outro, somos bem "orgulhosos". O avaliador - que nos aplicou o teste para o recital de 'Cordas' - que nos obrigou a fazer as pazes. Demos um abraço um no outro e eu descobri o que não queria ter descoberto.
  Eu descobri que eu gosto dela demais, mas não consigo nem posso entender isso. E ela disse que não consegue viver sem mim. Talvez a gente esteja querendo moldar um ao outro da forma que achamos mais conveniente para nós mesmos. Desejamos mudar um ao outro para entrar aos nossos padrões. Estamos, talvez, apaixonados demais e somos muito orgulhosos para admitir. Isso não poderia ficar pior. Eu  e ela estamos, na certa, fodidos.

Caio Caique Campos
Ouro Branco - MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...