Está voltando!

Aguarde novo conteúdo.
Em Julho!
Blog em reforma

domingo, julho 20, 2014

Adultério, de Paulo Coelho (Editora Sextante - 240 Páginas - Ano 2014)

“O amor não é apenas um sentimento; é uma arte. E, como qualquer arte, não basta inspiração, é preciso também muito trabalho.” Página 173.

   Não apenas às vezes, mas sempre devemos deixar de criar pré-conceitos. Não digo apenas com livros, mas com tudo, porém, especialmente com livros.

   Paulo Coelho é muito maldito (mal falado) em meio á muitos robozinhos, mas eu ainda não entendo o porquê.
   Adultério foi o primeiro livro do autor que eu li, e talvez não tivesse lido nenhum livro do Paulo Coelho se não tivesse ganhado esse no sorteio do blog do Rafa. E demorei bastante pra ler esse livro porque foi muito diferente de qualquer livro que eu já tenha lido. Adultério eu só lia ás vezes quando tinha um tempinho livre e o único livro perto par ler era ele.

   
   A Protagonista do livro revelou coisas minhas talvez. Muitos se identificaram com Linda.
   
   Viver no país mais seguro do mundo, Suíça; Na cidade mais cara, Genebra; Ter marido e filhos perfeitos; Uma rotina sempre igual; Ser rica e ter tudo, mas não ter vida; Mas então, algo mexe com Linda, que é uma jornalista que não tem muitos assuntos interessantes morando na cidade onde tudo não tem muita importância porque é perfeita. Mas então ela entrevista alguém que a faz pensar em sua vida, em como ela esta, e a reviravolta ocorre na protagonista e em nós também.

“Imagino que algumas pessoas passam anos deixando a pressão crescer dentro delas, sem nem ao menos notarem, e um belo dia qualquer bobagem faz com que percam a cabeça” Página 16.

   Antes das primeiras cem páginas acontecem algumas coisas que muitos olhariam como sendo um livro erótico, mas não se trata de um livro erótico, se trata de uma realidade, e aqueles que não a aceitam, devem procurar uma caverna em um lugar oculto e perdido e se entocar nela.

“Meu comportamento com ele é sempre uma surpresa. Sexo oral, conselhos sensatos, beijo no parque. Nem pareço eu mesma. Quem é a mulher que me domina quando estou com Jacob?” Página 56.

   E no livro quase todo, Paulo Coelho, mesmo não me convencendo seguir os passos de D-s, cita várias passagens bíblicas, aborda várias questões e cita dois livros que tem tudo muito haver com o todo do livro: Frankenstein de Mary Shelley e O Médico e o Monstro de Robert Louis Stevenson.

“Não sou Mary Shelley. Sou Victor Frankenstein e seu monstro. Procurei dar a vida a algo inanimado e o resultado será o mesmo do livro: espalhar terror e destruição.” Página 100.
“Jekyll acredita poder controlar as idas e vindas de Hyde, mas logo se dá conta de que está redondamente enganado: quando soltamos nosso lado mau, ele acaba ofuscando por completo o que há de melhor em nós” Página 127 – menção ao livro de Robert Louis Stevenson.

   Temos dois lados dentro de nós, e às vezes um precisa se sobressair, então que façamos que um desses lados se sobressaia e que façamos nossa vida ter a intensidade. “Se é justo, faça justiça ainda; Se é injusto, pratique a injustiça ainda.”

   Com linda aprenderemos muita coisa, presenciaremos sua vida dar uma reviravolta necessária para que ela enxergue do que realmente precisa e o que realmente quer. Nós mudaremos com ela. 

Links



Imagem



8 comentários:

  1. Olá.
    Tudo bom?
    Olha eu aqui de novo xD.
    Eu não tenho muita vontade de ler livros desse autor pois desde cedo aqui em casa o pessoal colocou na minha cabeça que ele não é um escritor de qualidade, aí tomei trauma. Eu já tinha lido outras resenhas falando que é mesmo um livro mais lento e diferente de ler.
    Beijos.
    Memórias de Leitura
    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O povo ainda me diz que não devo ler PC, mas eu li mesmo assim (um pouco rebelde) Mas é porque chega uma hora que aprendemos que devemos ser um filtro, captar só as coisas boas, e não ser um esponja, que absorve tudo.
      Mas não vou recomendá-lo! Rs

      Excluir
  2. Acredita que nunca li nada do Paulo Coelho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito, porque eu nunca havia lido nada dele também!
      Mas mesmo tendo curtido o livro, não sou muito de recomendá-lo.

      Excluir
  3. Oi Gabryel,
    do Paulo Coelho só li O Vencedor Está Só a quase um ano e não morri de amores, parafraseando você mesmo: ele é um bom escritor mas não escreve livros "pra mim"
    Grande Abraço!

    Leitor Antissocial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ótimo escritor, mas não escreve livros pra nós! Mas tu acredita que eu to com vontade de ler O Vencedor está só! Vou lar ler sua resenha.

      Excluir
  4. Opa, usou "pré-conceito"? Você vê o Jovem Nerd?

    Enfim, ótima resenha! Nunca li nada do Paulo, mas eu estou muito curiosa para ler. Apesar de tudo, ainda tenho esperanças com as histórias dele.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Karlinha, mas tenho amigos que usam muito esse modo de dizer "Pré-conceito" KKKK Gosto!

      Pode criar esperanças, sim, mas não expectativas! Deixe que a leitura flua de modo natural, mas o mais importante de tudo, seja um filtro e não uma esponja! Bjs, sua linda!

      Excluir

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...