Está voltando!

Aguarde novo conteúdo.
Vem Abril!!!

quinta-feira, julho 24, 2014

Diário catastrófico: Sincericida

 

24 de Julho de 2014

Eu sincero, eu homicida, eu suicida, eu sincericida!
Não sou a pessoa mais indicada para ser sincera, sou sincero por hábito e por hábito também afasto as pessoas. Sou péssimo em escolher palavras na hora da raiva ou agitação. Minhas palavras podem destruir e ferir, podem curar e cicatrizar, podem levantar alguém caído, como podem empurrar pra derrubar.
Eu sincero, eu homicida.
Eu mato as pessoas quando tenho as palavras certas, muitas vezes não me arrependo, outras eu só penso que deveria ter sido um pouco mais leve. Não consigo reprimir um sentimento em relação ao outro por tanto tempo, meu espirito sincero me bate até que eu exploda.
Eu sincero, eu suicida.
Apesar da minha total sinceridade para com o próximo, eu comigo não sei ser sincero. Escondo os sentimentos que sinto e me falsifico numa felicidade que não existe, uso uma mascara há muito tempo, e ela já está impregnada no meu rosto, não consigo mais tirá-la de mim. Estou sorrindo, estou contente, estou inundado até a cabeça com as águas da angustia, mágoas e tristezas, mas estou alegre, estou espevitado, tenho D-s e Ele dirige a minha vida, eu acredito. Só com Ele eu consigo respirar, mas as vezes acho que parar de respirar seria melhor, eu não estou sendo sincero.
Eu sincericida.
Sou um assassino em série portando uma arma perigosa, que é carregada pelo que os olhos veem e a percepção aguça, pelo que o cérebro pensa e a prudencia apaga.
Sou altamente ferido por não usar essa arma contra mim, talvez eu morra, eu não estou sendo sincero.
Eu sincero, eu homicida, eu suicida, eu sincericida.

Com falta de sinceridade,
Gabryel Fellipe

12 comentários:

  1. Just Like Me!
    E ainda assim, tem gente que prefere nossa companhia do que qualquer outra pessoa!
    E tem gente que prefere conversar conosco, exatamente por causa desse insana sinceridade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Como você disse "tem gente que prefere nossa companhia do que qualquer outra pessoa", ou querem se escorar em nós. Fazer-nos de escudo para que não levem a culpa.

      Excluir
  2. Uau! Que legal esse... conto? Texto? Sei lá! Que legal. Também sou extremamente sincera, e parece que as pessoas não gostam disso. Basta falar umas verdades e o pessoal já começa a massacrar você. (e li achando que você era o Chapeleiro Maluco. Esse tipo de fala do começo parece muito com a dele, haidhadhaudhaudhaudhauhduhada)

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chapeleiro maluco! Me senti tão bem com isso!!! RsRs

      As pessoas odeiam que suas verdades sejam reveladas, isso significa para elas que sua mascara não estava convencendo, mas não cabe á nós julgá-las.

      Excluir
  3. Acho a sinceridade algo positivo. Mas concordo com você, que infelizmente isso possa vim a afastar as pessoas de nós, devido ao simples motivo de não serem capazes de ouvir a verdade, uma pessoa de fato sincera.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior é que há sinceros, aqueles que falam verdades em qualquer momento, e falsos, aqueles que falam verdades nos piores momentos - que já é pra derrubar!

      Excluir
  4. Adorei a musicalidade do texto, mas não entendi, houve sinceridade nele ou não? Acho que sua intenção era realmente deixar essa dúvida né :p
    Sinceridade é algo importante, que pode destruir os mais fracos (desculpa se alguém se ofender, é verdade ¯\_(ツ)_/¯ ) mas sempre preferi uma verdade que machucasse do que uma mentira que enganasse (e existe alguma mentira que não engana?) como diz Harlan Coben em dois de seus livros:
    "A verdade nem sempre liberta" (O Inocente) e
    "No fim, a mais desagradável das verdades é preferível à mais bela mentira." (Desaparecido Para Sempre)

    Grande abraço!
    Leitor Antissocial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse seria o certo, mas a maioria das pessoas amam ouvir mentiras! As mais belas mentiras. Os mais fortes fracos.

      Ah, quanto ao texto, foi insincero demais, o que o deixou muito sincero. Meu D-s! Rs'

      Excluir
  5. A sinceridade, em minha opinião, pode ser tanto qualidade quanto defeito, principalmente porque algumas pessoas não sabem lidar com ela.
    Adorei o seu texto, você escreve muito bem. Me inscrevi em seu blog, viu? Beijos!
    www.trezeparameianoite.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque sinceridade é dita em qualquer momento, quase sempre como conselho tirado de uma/sua realidade!
      Falsidade é dita no pior momento, mas para derrubar, não ajudar.

      Excluir
  6. Que dúvida no texto em rsrs,mas sabe quando eu li me identifiquei muito nele,sou sincera com tudo,mas por incrível que parece as pessoas não gostam da sinceridade porque elas apenas querem escutar o que alegram seus ouvidos,e as vezes sinceridade não as agrade,e sim eu tenho uma máscara,não que eu seja falsa ou coisa do tipo,é que nesse mundo que a maioria são monstros precisamos ter uma máscara para esconder o que realmente somos,se não acabamos se machucando.
    Adoraria ver mais textos assim.
    Já sou sua leitora <3
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... Se não acabamos nos destruindo, nos tornando nosso próprio monstro!

      Ebba! Uma leitora! :D :D

      Excluir

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...