Aviso importante!

Blog em reforma!

As 230 postagens do blog estão passando por análises e reformatação. Todas foram arquivadas e estão sendo republicadas aos poucos, conforme forem formatadas.

Em Abril de 2018 tudo estará normalizado.

01 de Fevereiro de 2018

Última atualização: 02/Março/2018 - 12h45



sexta-feira, fevereiro 13, 2015

Sexta-feira treze de um ser normal-estranho


Numa sexta-feira treze minha mãe me falou que é uma bruxa, 
minha avó comprovou ser biruta, 
e meu irmão revelou que não gosta da "fruta".

Numa sexta-feira treze eu acordei de madrugada, 
com uma perna enrolada,
numa mulher muito mal humorada.

Numa sexta-feira treze engoli comida ruim,
uma menina doou um rim,
e morreu afim de mim.

Numa sexta-feira treze eu desejei virar gente,
comprei até um pente,
e coloquei ouro no dente.

Numa sexta-feira treze eu fui a um cemitério,
porque senti cheiro de mistério,
e encontrei meu pai cometendo adultério.

Dai a sexta-feira treze acabou,
mas em mim ninguém acreditou,
que essa foi a primeira sexta-feira treze que muito me agradou.

Gabryel Fellipe F. Costa