Aviso importante!

Blog em reforma!

95 das 230 postagens já foram revisadas e já estão disponíveis na linha do blog.
As revisões continuarão!
Por enquanto, as demais postagens seguem alteradas para rascunho e serão publicadas assim que forem sendo revisadas.

Nesse mês de Abril de 2018 ocorrerão as novas atualizações do blog.



Última atualização: 27/Abril/2018 - 12h33



sábado, março 16, 2013

Propriedades do Egoísmo

   

   Quem muito ajuda atrapalha...
   Atrapalha os outros quem também querem aparecer. Quer dizer, atrapalha os outros que também querem ajudar. 
   Quem muito faz, muito quer, muito cobiça, muito se mostra.
   Nos tempo de hoje, na verdade desde há muito tempo, o Planeta do interesse é governado pelo rei Egoísmo, esse que faz as pessoas nascerem com o sentimento de avidez, respirando o ar da cobiça.
   Ninguém, ou quase praticamente ninguém, faz nada por nada. Sempre esperam iluminar cada vez mais o céu narcisista. Se fazem algo hoje é porque esperam um bem melhor no amanhã ou, sem surpresas, no hoje mesmo.
   Crianças, jovens, adultos, trabalhadores , desempregados, políticos, todos, sem exceção, disputam conquistar o "lugar DO sol".
   A criança, por exemplo, se faz arrogante perto dos amigos, busca pedir ao pai um brinquedo novo, e quando o ganha quase não sossega enquanto não correr para a roda de coleguinhas para apresentar sua conquista. Se tiram notas boas, esperam elogios. Se ajudam os pais, esperam reconhecimento.
   O Político, ao fazer projetos e realizá-los, fazem para não ter ignomínia. Para ganhar apreço e garantia em próximos anos, quando poderão tomar o cargo desejado e estimado e fazer só aquilo que os convém, novamente.
   E assim o rei egoísmo continua a governar o planeta do interesse pessoal, com seus súditos denominados: Arrogância, Avidez, Cobiça e outros. Até o amor e a felicidade se tornam obedientes ao governante.
   A ambição lidera o coração daqueles que querem, não dos que precisam, e é nesse coração que o rei Egoísmo mora. Tal rei que tem várias residências, e que a cada novo choro vindo dum bebê que sai das entranhas da mãe, esse rei se encontra presente a segurar em suas mãos uma prova de propriedade, a escritura.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa