Aviso importante!

Blog em reforma!

95 das 230 postagens já foram revisadas e já estão disponíveis na linha do blog.
As revisões continuarão!
Por enquanto, as demais postagens seguem alteradas para rascunho e serão publicadas assim que forem sendo revisadas.

Nesse mês de Abril de 2018 ocorrerão as novas atualizações do blog.



Última atualização: 27/Abril/2018 - 12h33



sábado, abril 06, 2013

#Resenha - O Fantasma da Ópera - Gaston Leroux

Gabryel Fellipe

O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux



Esse livro começou um tanto que misterioso.

Eram mistérios espalhados e acrescentados a cada página. Mistérios aterrorizantes, que davam medo, incerteza, desconfiança.
O Fantasma da Ópera realmente existiu?

Com tantos mistérios, quando um capítulo para de acrescentar suspenses novos, dá até um desapontamento, mas não demora muito para voltar as emoções fortes.
A medida que a leitura do livro vai avançando, descobrimos cada vez mais sobre os ocultos, vai surgindo revelações e explicações e no final do livro, um sentimento contraditório aparece.
Será mesmo que o Fantasma da Ópera existiu e que sequestrou Christine Daaé? Será mesmo que ele a ensinou cantar como os anjos e que foi capaz de tudo por amor?


Quem ler este livro vai se deparar com um clímax intenso, vai parecer estar dentro do livro, sentindo ódio, raiva, amor e muitas sensações misturadas.


Nota:

Eu achei ter aprendido a odiar Érik, mas não! Eu aprendi a entendê-lo.
Ele só queria ser como nós humanos, mas a sociedade é estúpida demais dando mais importância para a beleza exterior.
Por culpa da própria humanidade, Érik teve de crescer mentalmente com pensamentos de vingança e ódio, e quando aprendeu a amar alguém, a maldade que aprenderá e passara, se elevou ao máximo para não perder a pessoa a quem amava.


6 comentários:

  1. Eu não li o livro, mas o filme é um dos meus preferidos!

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho muita vontade de assistir ao filme, mas não tive oportunidade ainda. Sabe! Não acho em lugar algum. :(

      Excluir
  2. nunca tinha lido nada a respeito de O Fantasma da Ópera, devo dizer que agora fiquei curioso, pq recente tenho desejado ver um fantasma para poder escrever sobre um... sei que é estranho, mas, eu sou estranho... na empresa onde trabalho dizem que no salão do deposito há fantasmas, e algumas colegas de trabalho dizem ter visto... as vezes tenho duvidas, pq nunca acendo as luzes quando vou buscar algo lá, e apenas sinto um arrepio na espinha, mas isso não pode ser considerado fantasma, acho que seria apenas... nem sei o que seria, pq nao pode ser medo... se fosse eu nem entraria no salão.... Vou providenciar o meu exemplar desse livro, pq na minha mente posso ver e sentir todas as paginas, e acredito que vai ser tão fascinante quanto....
    ...
    Atenciosamente,
    Me.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu acredito em fantasmas - Acredite que acredito! - Sou meio doido também! RsRs
      Esse livro é, sem sombra de dúvidas, o livro mais intenso que já li. Não é um livro para se sentir medo, é um livro praticamente de Romance, mas que envolve uma fascinante trama, envolvendo algo, por muito sobrenatural. Mas.. Não posso falar mais sobre ele, ou então tornarei desse comentário, um baita, Spoiler.
      Leia o livro, é Fantastico!

      Excluir
  3. Eu gostei bastante do livro quando o li, era bem diferente de tudo que eu andava lendo, então a história me prendeu! hahaha
    Beijos, Lerissa
    http://lerissakunzler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro foi muito impactante pra mim. Primeiro porque fala de musica, de ópera, da arte! Segundo porque foi assustador e belo ao mesmo tempo. Livro que sempre recomendo para aqueles que já tem hábito de ler.
      Beijos!

      Excluir

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa