Está voltando!

Aguarde novo conteúdo.
Vem Abril!!!

sábado, junho 14, 2014

Resenha: As vantagens de ser invisível (THE PERKS OF BEING A WALLFLOWER), de Stephen Chbosky


“...as coisas mudam. E os amigos partem. E a vida não para pra ninguém.


 Stephen Chbosky iniciou a escrita deste importante livro em 1994, mas demorou cinco longos anos para que o terminasse. Publicado pela primeira vez em 1999 pela editora americana MTV Books e só vindo para o Brasil em 2007 pela editora Rocco.

 Sete anos, esse é o tempo em que o livro esteve disponível para que eu, sendo brasileiro, o tivesse lido, mas só depois desses sete anos é que fui seduzido pelo livro.

 Charlie é um adolescente que por inicio tem 15 anos, um rapaz sentimental demais que escreve cartas que pra mim é um diário. Todas essas cartas são datadas e sempre dirigidas ao leitor com amor. Á partir dessas cartas eu e todo aquele que ler entramos na vida de Charlie, onde sua adolescência é exposta e que mais parece que estamos nos expondo, porque eu me identifiquei com o livro, então acredito que muitos já se identificarm ou irão se identificar com o adolescente Charlie.


 Comprei esse livro em Janeiro desse ano, mas fui adiando a leitura até que o livro me chamasse, confesso que só comprei o livro porque soube que havia um filme sobre ele e que Emma Watson estava no elenco. Nunca assisti ao filme, mas já estou lendo esse livro pela segunda vez..

 Quando me perguntavam qual o meu livro preferido eu nunca sabia responder, elaborava uma lista extensa e acabava indicando a todos, mas agora é diferente. Se me perguntarem, será assim:

- Qual o seu livro preferido?
- Meu livro preferido não é o melhor livro que eu li, nem o que mais me impactou, mas o que me deu o que eu precisava na hora em que eu necessitava de ajuda, e esse livro é, com certeza, As vantagens de ser invisível, de Stephen Chbosky (Cê Aga bosky).

 Amei os personagens,  amei a Sam e seu jeito simples e objetivo de fazer as coisas, amei ao Patrick (vulgo Patty, vulgo Nada) que é feliz sendo quem é, amei ao Bill por ser o professor que eu sempre quis ter, mas nunca tive, amei a Mary Elizabeth por me lembrar de amigos(as) que eu já tive. Mas principalmente amei Charlie, que é uma versão minha, só que literária.
 Se você ainda não leu As vantagens de ser invisível, leia! E vai descobrir que, ás vezes, ser invisível pode ser melhor, mas ser infinito é ainda mais agradável!


 Quotes - apenas alguns!


"-Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. Você compreende"

“É ótimo que você ouça e seja um ombro amigo para alguém, mas há momentos em que a gente não precisa de um ombro. E se precisarmos de um braço, ou coisa parecida? Você não pode se limitar a se sentar lá, colocar a vida de todos à frente da sua e pensar que o que importa é o amor. Não pode fazer isso. Você tem que fazer as coisas.”

“É muito mais fácil não saber das coisas de vez em quando.”

Uma definição:




Com amor,
Gabryel Fellipe

8 comentários:

  1. Oi, Gabyel!!!

    O livro não me tocou tanto quanto tocou você. Pela primeira vez eu preferi o filme do que o filme. Eu não sei por quê :/
    Mas parabéns pela leitura 📗

    Abraços!
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito assistir ao filme agora pra saber como será minha conclusão sobre ele! Pois acredite, Vic, ele me tocou muito, na verdade, eu estava tão sensível que ele foi como uma onda fria e despertante!

      Excluir
  2. Também amei esse livro, e você vai gostar de saber que o filme está super fiel, tem leves modificações, até porque era complicado ser exatamente igual, chorei do começo ao fim no livro, mas entendo o que faz algumas pessoas odiarem.
    Adorei a resenha!!

    leitorantissocial.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não cheguei a chorar, mas meus olhos se encheram de lágrimas em muitos momentos! Tenho uma leve ideia que as pessoas não gostem por "preconceito", mas eu amei o livro e agora quero assistir ao filme, certamente!

      Excluir
  3. Oi Gabryel!

    A demora para quase todo mundo lê-lo se deu pela falta de divulgação, que só aconteceu após a adaptação ser anunciada. É um ótimo livro para quem está conhecendo a leitura.

    Abraços,
    Gabe
    www.sixdoe.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas demoras, viu! O livro até virou modinha depois do filme, e eu fui na onda. Mas só o li depois de muito tempo, então to livre da modinha, eu acho! RsRs

      Excluir

- respondo a todos os comentários;
- deixe seu link, afinal, curto muito visitar outros blogs e ler postagens;
- comentários de anônimos só serão aprovados mediante identificação;
- á primeira menção de grosseria, aguente as consequências.

____________________________________________________________________El Costa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...